26 de maio de 2011

Cale a boca e consuma

Qual a capacidade que simples palavras tem de afetar não só nosso lado emocional como também nosso físico ? Você provavelmente já deve ter passado pela situação de sentir uma coceira na cabeça apos ouvir falar sobre piolhos, encontrar caroços, manchas ou qualquer coisa do gênero que na maioria das vezes nem existem apenas por ouvir falar de certa doença, que você logo já associa a aquilo, não é mesmo ? Mas será que essas coisas realmente estão nos acontecimentos ou é um mero efeito placebo gerado pelo fato de acreditarmos naquela possibilidade ?

Paranóias e hipocondrias à parte, o fato é que o ser humano é uma criatura muito influenciável , enxergamos, ouvimos, sentimos e até mesmo pensamos coisas inexistentes, pela simples associação destas coisas a outras, afinal de contas, ter uma mancha no braço não significa um câncer de pele, aquele ruído que escutamos a noite após assistir a um filme de terror não significa que demônios saídos do inferno estão invadindo nossa casa, o individuo jogar RPG não o torna um maníaco homicida que ira seqüestrar virgens pela cidade para a realização de sacrifícios satânicos, e assim seguem varias outras associações implantadas em nossas mentes pelo que vimos e ouvimos de rádios, pessoas, programas de televisão, livros, revistas e até mesmo estúpidos blogs na internet.

Ok, beleza, tudo muito bom até aqui, mas onde eu quero chegar com tudo isso e o que o titulo tem haver com todo o resto ? Simples, manipulação.

Visto toda a influencia que se pode gerar sob um individuo, estamos o tempo todo cercados por tentativas de manipular nossa vontade, nossos gostos, nossos pensamentos e nossas ações, naquele programa de TV, naquela matéria que você leu na revista, naquele seu amigo falando pra você sobre o vegetarianismo e até mesmo neste texto que eu estou escrevendo, sim, é isso mesmo, eu estou tentando influenciar a sua visão sobre este assunto, e se tem algo contra “pode vir quente que eu estou fervendo”.

Não existe meio de ser fugir da influencia externa, apenas se você comprar uma cabana no meio do nada e se isolar do resto do mundo vivendo do que você mesmo cria, mas calma ai, eu mesmo estou acabando de sugerir isso, já seria um certo modo de influencia não ? Até mesmo o fato de sermos quem somos se deve a combinação de nossa personalidade e as influencias exercidas por aquilo que nos identificamos e gostamos, musicas, filmes, series e etc, não há pessoa que possa se dizer livre de alienação, se não essa mesma já estaria se auto-alienando com uma mentira.

Tudo certo, e qual e a solução então? Simples, não há solução, o que quero dizer é que não importa o quanto você queira lutar contra isso ou se manter livre de todo tipo de influencia, isso não existe, o simples fato de você tentar convencer uma pessoa que ela esta sendo manipulada já é uma tentativa de manipulação para que ela se junte a sua causa, a única coisa que podemos fazer em meio a essa infinidade de tentativas de nos influenciar é saber filtrá-las de modo a identificar o que realmente se adéqua a nossa “individualidade”  e à realidade, afinal de contas, não podemos acreditar e assimilar tudo  que vemos, ouvimos e lemos sem verificar a veracidade de tais fatos ou a real necessidade daquilo, afinal, um fã de rock não ira a um show de pagode porque viu um cartas dizendo que “você não pode perder o maior show do ano”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário