31 de julho de 2011

Sinta-se um velho

Antes da tirinha, só um aviso galera, desculpem pela falta de postagens, estou meio sem animo pra escrever qualquer coisa, essa semana é minha mudança pro rio, e não consigo pensar em mais nada, desculpem, assim que for possível volto a postar, não estou em condições de fazer isso agora.

Imagem kibada do Capinaremos, quem quiser mais é só clicar, enquanto eu não estou postando, aproveitem para visitar os outros blogs \o

28 de julho de 2011

Semana do Rock #6 Anos 90-2000 : With The Lights Out




Ok, depois de uma semana, está aqui o ultimo texto dessa seção, serei breve e não enrolarei muito, porque o Dia do Rock já foi há muito tempo e esta sem sentido essa Semana do Rock a essa altura do campeonato, mas não vou deixá-la incompleta não é mesmo?

Enfim, terminei o ultimo texto falando sobre o Rock Alternativo, e foi dessa cena underground e alternativa que surgiu o principal movimento dos anos 90 vinda principalmente de uma certa cidade do estado americano de Washington, Seattle, local de nascimento do Grunge, com bandas como Nirvana, Pearl Jam, Alice In Chains e Soundgarden. O que se chama de Grunge surgiu no final da década de 80, inicialmente era um movimento completamente alternativo e underground, totalmente as avessas de tudo que se usava para ter um apelo comercial; usava de um som sujo com guitarras extremamente distorcidas, músicos com aparência desleixada, roupas detonadas, letras recheadas de sarcasmos, angustia, agonia e etc, mas no começo dos anos 90 teve sua explosão e tomou conta do cenário mainstream graças ao enorme sucesso dos álbuns Nevermind, do Nirvana e Tem, do Pearl Jam, que impulsionaram todas as demais bandas do movimento.

Outro movimento surgido no final da década de 80, mas que obteve seu sucesso durante a década de 90 foi o Pop Punk, derivado do Hardcore Melódico surgido na década anterior, caracterizado por uma mistura da sonoridade do Punk Rock/Hardcore tradicional com uma pegada ainda mais suave e pop do que o próprio Hardcore Melódico, menos suja, com vocais limpos, e uma temática mais voltada à cultura jovem, problemas adolescentes, garotas, colégio e etc, sendo muito relacionado inclusive ao Skate. As principais bandas desse estilo foram Green Day, The Offspring, Blink-182 e, já nos anos 2000, Avril Lavigne, que apesar de ter uma sonoridade que ainda se encaixe nesse estilo, possui uma temática, letras e sonoridade ainda mais puxadas pro lado do Pop que as bandas da primeira leva desse estilo.

Derivado do Metal, nessa época surge o Nu Metal, ou New Metal, como preferirem, que mistura elementos do Metal tradicional com o Rock Alternativo e o Hip Hop. As principais bandas desse estilo surgiram pela metade dos anos 90 e começo dos anos, e nos últimos anos do milênio já começavam a ganhar destaque. Bem, esse estilo não é uma de minhas especialidades, por isso encontro uma certa dificuldade em me aprofundar muito em relação a ele e definir suas características, mas entre o que posso notar que normalmente é comum nesse estilo são os instrumentos normalmente usam afinações baixas, a presença de DJ’s em algumas bandas, e vocais que variam entre o melódico, gritado, gutural e em Rap. Entre as principais bandas desse estilo podemos destacar; Slipknot, Linkin Park, Papa Roach e Korn.

E pra finalizar aqui a listagem, o Indie Rock, ou Rock Independente, que são bandas com um som derivado  do Rock Alternativo e do Post-Punk que costumam gravar e distribuir seu trabalho através de gravadoras independentes que, em alguns casos, eles mesmos são os donos, tendo total controle sobre a produção e desenvolvimento de seus discos.  Existem os mais diversos estilos de bandas Indies, desde de bandas com uma pegada mais leve puxada para o lado do Folk até bandas com o som puxado para o Hardcore, a característica de fato determinante para que a banda seja Indie é justamente a atitude dela em relação a gravação e distribuição de seu trabalho. Entre as principais bandas desse estilo podemos destacar Radiohead e Franz Ferdinand.

Enfim galera, mais uma vez desculpem o atraso e sei que muitas bandas e estilos ficaram de fora, mas busquei fazer o melhor que pudesse, e aqui se encerra essa seção de postagens, pra finalizar, as musicas dessa época as quais vocês não podem deixar de ouvir para compreender os movimentos da época:

27 de julho de 2011

NOVO ROTEADOR *-*

Falae galera, não consegui pegar o roteador emprestado que tinha falado aqui, mas agora hoje minha irma voltou de viagem e compramos um roteador novo, agora finalmente estou denovo com a net funcionando \o amanha volto a postar e finalmente encerro a Semana do Rock, só n faço isso agora pq ja são 9 horas e estou cansado, mo trampo ir comprar o roteador, instala-lo e configura-lo, mas agora tudo esta certo \o

Até mais galera, e não deixem de acompanhar o Blog, de volta a ativa amanha

24 de julho de 2011

Problemas na net galera

Galera, desculpem ter desaparecido, deixei um aviso no twitter, mas hoje consegui entrar no blogger então tenho de deixar o aviso rapido antes q eu fique sem net denovo, meu roteador ja era, estou tirando leite de pedra aqui vendo se consigo fazer ele funcionar o maximo que der pra mim conseguir pelo menos falar com as pessoas do MSN, não tive nem como escrever os ultimos textos da Semana do Rock porque não tinha como verificar as fontes na internet, e reduzirei de dois textos para um porque, bem, o que deveria ser a Semana do Rock ja passou né? ;s

Enfim, amanha vou tentar pegar um roteador emprestado, e se tudo der certo na terça devo estar de volta, se eu n conseguir, ai só na quarta, quando minha irma voltar de viagem, pq eu to sem dinheiro na mão pra poder comprar um, enfim, só passei pra deixar o aviso galera, não deixem de acompanhar o blog

18 de julho de 2011

Semana do Rock #5 Anos 80: I Wanna Rock



Na nossa saga pela historia do Rock chegamos agora aos anos 80. Diferente das décadas anteriores, que terminaram com seus principais artistas em decadência, mortos, separados ou sem o destaque de antes, os anos 70 terminaram com seus artistas ainda no topo, lançando novos discos, fazendo shows e exercendo grande influencia no mundo da musica, e o que veio na década que se seguiu foi exatamente como uma continuação daquilo que havia ganhado destaque nos anos 70.

Alem dos artistas setentistas que ainda se mantinham em destaque, como os Ramones, Queen, Rush e AC/DC, novos estilos surgiram daqueles que haviam se destacado nos anos 70. Do Hard-Rock e Metal surgira o Glam-Metal, do Metal, bandas que se formaram no fim da década de 70 e no começo da década de 80 começaram a ganhar destaque e novos subgêneros iam surgindo, do Punk, veio o Hardcore, ainda nos anos 70, e nos anos 80 vieram o Post-Punk e o Hardcore Melódico.

Para não ficar muito confuso essa parada, como diria Jack, o estripador, vamos por partes. Começando pelo Metal, uma nova onda de bandas surgidas do fim dos anos 70 para o começo dos anos 80 começaram a ganhar destaque, elas adicionaram ainda mais peso e velocidade ao Metal e iniciou-se o que foi chamado de New Wave Of British Heavy Metal (Nova onda do Heavy Metal Britanico). Entre essas bandas estavam Iron Maiden e Def Leppard, ambas surgidas no fim da década de 70, mas com seu primeiro disco lançado em 1980. Alem dessas bandas, influenciadas por características da NWOBHM, do Speed Metal e também do Hardcore, surgia nos EUA o Trash Metal, com um som ainda mais agressivo do que o que havia sido visto anteriormente, com suas principais bandas sendo Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax.

O Post-Punk como o nome já sugere foi uma conseqüência do Punk. Apesar de ter surgido no fim dos anos 70 paralelamente ao auge do Punk, atingiu seu auge nos anos 80, por isso deixei para falar deles aqui neste post, o Post-Punk era marcado por letras mais obscuras, pessimistas e amargas, combinadas com aquela energia presente no punk, era um ritmo menos acelerado e agressivo do que o Punk, que contava com forte presença do baixo, que assumia papel de destaque na sonoridade das bandas, alem da presença de sons eletrônicos e teclados. Entre as principais bandas desse estilo, podemos destacar The Cure, Joy Division, The Smiths, Depeche Mode e New Order.

Do Hardcore surgiu o Hardcore Melódico, uma versão com arranjos mais bem trabalhos e sonoridade levemente mais pop que seu antecessor, tendo atraído grande atenção  dos jovens da época e da mídia por falar bastante sobre temas do cotidiano, amor, esportes e etc sem deixar de lado a batida Hardcore, o que mais tarde seria ainda mais suavizado dando origem a outro estilo que citarei no próximo texto, entre as principais bandas desse estilo se encontram Bad Religion, Pennywise, Rise Against e NOFX.

Do Hard Rock, veio o Glam Metal, com um vestuário, acessórios, maquiagem e penteados completamente exagerados e extravagantes (como o Glam Rock), uma sonoridade próxima à do Hard Rock, mas com alguns elementos incorporados do Punk e riffs mais pops e letras que falavam sobre sexo, dinheiro, fama e etc, acabou se tornando um grande sucesso comercial. Suas principais bandas foram Motley Crue, Skid Row, Poison, Twisted Sister, Bom Jovi e Guns N Roses.

Ainda com grande influencia do Punk, surgiram varias bandas consideradas como Rock Alternativo, que era uma combinação de diversos subgêneros tocados por bandas independentes da época. No geral eram bandas sem muito apelo comercial, com influencias em diversos estilos, no Folk, no Punk e etc. Entre as principais bandas dessa cena, podemos destacar o R.E.M, Janes Adiction, Husker Du, Pixies e Sonic Youth. E foi também desse estilo que vieram os principais sucessos da década de 90, quando algumas destas bandas Undergrounds acabam se tornando Mainstream, mas isso é assunto para o próximo texto.

Musicas importantes para a época:

17 de julho de 2011

Hey galera, o post dos anos 80 é só amanha

Falae galera, estou a alguns dias sem dormir direito esperando sair o resultado dos selecionados pro alojamento da UFRJ, e hoje eu to mortão, não to me aguentando em pé aqui, então decidi adiar o texto dos anos 80 pra amanha porque não me sinto em condições de escrever um bom texto agora.

Enfim galera, até la aproveitem os demais textos, e agora eu vou ir ver o jogo da seleção, até mais gente.

Pare e reflita

Kibado do Capinaremos, quem quiser mais é só clicar no link

16 de julho de 2011

Semana do Rock #4 Anos 70: Born To Be Wild



Anos 70, uma época de muitos acontecimentos e nascimentos para o rock, eu que levei 2 horas pra escrever o texto sobre os anos 60 se fosse entrar em detalhe sobre tudo que ocorreu nessa década acabaria levando o dia e escrevendo um texto com milhões de paginas, então desculpem se eu acabar sendo breve e não me aprofundar muito, mas eu preciso fazer um texto que não deixe as pessoas assustadas só de olhar né?

No começo da década de 70 boa parte dos ídolos seiscentista estavam mortos, tinham se separado ou já não vinham no mesmo embalo de antes, mas como o rock não pode parar, novas bandas surgiram em grande quantidade e com diversos novos estilos, tendo como influencia os grandes ídolos dos 60.

Ainda nos anos 60 começou a onda da experimentação com o rock psicodélico, e isso continuou e se aprofundou ainda mais nos 70. Muitas bandas queriam inovar, experimentar novos instrumentos, novas técnicas, combinações de elementos vindos de outros estilos e criar coisas novas que pudessem mudar a maneira como se encarava o rock, com isso surgiu o rock progressivo. Entre as principais bandas desse estilo podemos destacar os britânicos do Pink Floyd e do Yes, e os americanos do Rush que caminhavam entre o Hard-Rock e o progressivo, todos tendo se formado no final dos anos 60, mas atingindo grande destaque apenas com a chegada dos 70.

Ainda do final dos anos 60 para o inicio dos 70 surgiram outros 3 estilos que foram decisivos para a formação do rock que conhecemos, o Glam Rock, o Hard Rock e o Metal.

O Glam Rock foi marcado pela extravagância de seus artistas, nas performances, vestuário, maquiagens e etc, o objetivo dele era dar show, de uma forma bem exagerada e peculiar, seu principal artista foi David Bowie.

O Hard Rock é um estilo que teve origem a partir do Garage Rock e o Psicodélico dos anos 60, é marcado por musicas mais pesadas que o rock convencional, usando a distorção das guitarras, arranjos simples mas marcantes, riffs e solos mais bem trabalhados e ainda uma boa influencia rítmica que veio do blues britânico, algumas das principais bandas dos anos 60 possuem musicas que se encaixam nesse estilo e que foram suas principais influencias, mas entre os principais artistas que realmente se dedicavam a esse estilo, podemos destacar os britânicos do Queen, Led Zeppelin e Deep Purple, os americanos do Kiss, Aerosmith e Alice Cooper, os Australianos do AC/DC,os Alemães do Scorpions e os canadenses do Rush e do Steppenwolf, que caminhavam entre esse estilo e o progressivo

Como o termo “Hard Rock” era usado basicamente para determinar o rock mais pesado que o convencional, ele podia significar muita coisa, e dele surgiu o Metal. Entre as bandas dessa época é uma tarefa árdua se determinar onde o som deixa de ser apenas Hard Rock e passa a ser Metal, pois o metal em si surgiu como parte do Hard Rock, com a diferença de ter uma pegada menos puxada pro lado do Blues e mais focada no espetáculo, na brutalidade do som em si. Entre as principais bandas desse Metal podemos citar o Black Sabbath e bandas como Deep Purple, Led Zeppelin, AC/DC, Scorpions e Alice Cooper, que já foram citadas quando falei sobre o Hard Rock, mas com esse fino fio que separa o Metal do Hard Rock também foram essenciais para a cena do Metal que depois se desenvolveu ainda mais com o surgimento de bandas como Iron Maiden, Metallica, Def Leppard, Slayer e Megadeath, que surgiram pela segunda metade dos anos 70 e no inicio dos anos 80, dando uma cara mais bem definida e diferenciada do Hard Rock para o metal, como um estilo ainda mais rápido, pesado e repleto de solos complexos que foi se dividindo em centenas de subgêneros cada um com suas próprias peculiaridades.

Bem, o fato é que com toda a experimentação ainda mais aprofundada do progressivo e os solos e riffs complexos do metal e do Hard Rock, o rock estava se tornando algo cada vez mais complicado de se tocar, e foi ai que, com grande influencia também do Garage Rock seiscentista, surge o Punk Rock no final dos anos 70.

A primeira grande banda do Punk Rock a surgir foram os Ramones, que se pode dizer que criaram aquele estilo de se tocar, tendo como influencia algumas bandas do final da ultima década como os Stooges que já tocavam um som próximo daquilo, com o objetivo de simplificar o rock novamente, para que se tornasse algo que qualquer um pudesse tocar, inclusive eles, e assim nasceu o Punk Rock, sem nenhum tipo de ideologia, apenas da simplicidade.

As calças eram rasgadas, as roupas surradas e o som era cru, na realidade isso nem era de fato tão intencional, as roupas eram daquele jeito de velhas que eram mesmo, e o som cru se dava principalmente pela falta de técnica que eles possuíam, mas por toda aquela simplicidade aquilo se espalhou rapidamente e em 1977 a cena explodiu, os Ramones estavam lançando já seu terceiro disco, Rocket To Russia e na Inglaterra The Clash e os Sex Pistols lançavam seus primeiros discos, estes últimos introduzindo toda uma ideologia ao Punk Rock, fazendo nascer o Movimento Punk e uma serie de bandas que viam na simplicidade do Punk uma arma para dizer o que pensavam, se expressar, espalhar ideais, lutar pelo que se acreditava e fazer ser ouvida a voz daqueles que se sentiam oprimidos em meio a sociedade. Do punk também nasceram outros estilos, o principal nessa época sendo o Hardcore, uma versão ainda mais acelerada e politizada do punk.

Enfim, assim terminaram os anos 70, a todo vapor, e o que veio nos anos 80 não foi uma renovação, mas sim uma continuação dos fatos que se sucederam na década de 70, mas isso é assunto para o próximo texto, até amanha galera

Musicas da época que não se pode deixar de ouvir

15 de julho de 2011

Semana do Rock #3 Anos 60: Make Love Not War




O Rock cinquentista vinha desgastado pela grande exposição que recebera durante os anos de seu auge e os ídolos da juventude já não vinham mais no mesmo ritmo de antes, Bill Haley havia perdido o grande destaque que tinha antes quando Elvis chegou as paradas, Elvis quando voltou do serviço militar estava longe do jovem rebelde de outrora, Chuck Berry havia sido preso em 1959 tentando entrar nos EUA com uma mexicana de 14 anos para que esta trabalhasse em seu clube noturno e Jerry Lee havia se envolvido num escândalo que destruiu sua carreira ao se casar com sua prima de 13 anos. Era necessária uma renovação, uma nova era estava nascendo para o Rock, e essa nova era começava com um fenômeno que tinha nome e endereço em Liverpool, os Beatles.

Não há como falar do Rock dos anos 60 sem citar a Beatlemania, os Beatles foram a banda de Rock mais bem sucedida da historia, tanto em vendas, sucesso, fãs e, obviamente, com uma incrível qualidade musical. Os Beatles têm a cara do Rock dos anos 60, que começou recheado de esperança e a alegria que tomava conta da juventude e depois, com a explosão da guerra do Vietnã, se tornou o reflexo de uma geração confusa, perdida em meio a tantos acontecimentos e que começava a encontrar nas drogas que se popularizavam uma espécie de fulga de tudo aquilo e inspiração para motivar as esperanças de paz e de um fim para toda aquela violência e melancolia que tomava conta do mundo.

Estou dando destaque aos Fab Four pelo grande destaque que tiveram, mudando a maneira como se recebia o rock, sendo responsáveis pela criação dos videoclipes que tanto se popularizam e tantas outras tendências, mas obviamente não foram eles a única grande banda da época, mas como não quero tornar o texto muito extenso não terei como falar de todas, mas há muitas bandas que não se pode deixar de destacar, esse é o caso dos Rolling Stones, que surgiram em 1962 em Londres, tendo um começo um pouco turbulento fora do Reino Unido, com uma turnê desastrosa pelos EUA, mas que logo conseguiram atingir o topo das paradas internacionais em 1965 com “(I Can’t Get No) Satisfaction”, que até hoje figura entre os grandes clássicos da historia do rock.

Entre as grandes bandas da época podemos destacar também o The Who (que junto aos Stones e os Beatles são as 3 principais bandas dessa invasão britânica), que tinham musicas marcadas pela agressividade, rebeldia e que foram grande influencia para muito das bandas que vieram depois, foram também os pioneiros em algo que muito se popularizou no Rock, a destruição dos instrumentos ao final dos shows, sendo responsáveis por grandes clássicos como a musica “My Generation”, que foi regravada por diversas outras bandas, isso sem falar na genialidade de Keith Moon, que foi um dos bateristas mais importantes da historia da musica.

Enfim, olhe o tamanho do texto e até agora só falamos da invasão britânica e a primeira metade da década, da pra notar como essa foi uma década com muitos acontecimentos e grande importância para a historia da musica, mas agora vamos sair um pouco do Reino Unido e partir para os acontecimentos marcantes que aconteceram nos EUA.

Ainda no começo da década Bob Dylan, grande destaque do Folk Rock, iniciava sua carreira com um grande fracasso que foi seu primeiro disco lançado em 1962, mas em 1963 lançara seu segundo disco que marcava o inicio de uma carreira de sucesso que traria influencias para todas as demais gerações. Seu primeiro grande sucesso foi a musica “Blowin’ in the Wind”, que trazia a pela primeira vez a musica algo que mais tarde se tornaria presente no Rock, o protesto.

Com grande influencia da musica do folk a explosão da guerra do Vietnã e do uso de drogas, surgia o rock psicodélico, como uma espécie de fuga de toda aquela violência que tomava conta do mundo e um tipo de constestação àquilo tudo, com temas obscuros, melancólicos, grandes referencias a drogas como o LSD e a experimentação constante de novas técnicas. Começou a se destacar com o lançamento de Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band (álbum em que os Beatles aderiam a essa tendência) e o surgimento de artistas como The Doors (liderados por Jim Morrison, que lançaram seu primeiro disco com grandes clássicos como “The End”, “Light My Fire” e “Break on Through”), Janis Joplin e Jimmy Hendrix (guitarrista mais genial de sua época, com um estilo único de tocar guitarra que investia principalmente na experimentação) chegando ao seu ápice com o festival de Woodstock, que aconteceu 1969 e marcava a reação de uma geração jovem que não se contentava com o caminho que as coisas estavam tomando.

Essa era de sexo, drogas e rock n roll foi um dos principais momentos onde o rock mostrou sua força e cresceu, mas como nada dura para sempre, essa era de ouro iniciou seu declínio com a separação dos Beatles e as mortes de Janis Joplin, Jimmy Hendrix e Jim Morrison, mas a influencia desses artistas e dessa era foi fundamental para os acontecimentos que se seguiram nos anos 70, mas isso é assunto para o próximo texto.

Musicas essenciais para se compreender a época: