14 de julho de 2011

Semana do Rock #2 Anos 50: As origens do rock



Ah os anos 50, desde as décadas passadas já se podia ver nas musicas os elementos que dariam origem ao Rock N Roll, mas só nessa década eclodiu de fato esse estilo, numa sociedade extremamente racista como era a norte-americana, de uma mistura do Rythm and Blus (R&B, musica tipicamente associada aos negros) com o Country (musica associada aos brancos) nasce o Rock and Roll.

Não há como se dizer ao certo qual foi a primeira gravação de Rock, pois desde a década de 30 já existiam artistas com algumas das características que formaram esse estilo e quando houve essa explosão do rock no começo dos anos 50 era uma tarefa bem difícil se definir exatamente o que era o Rock and Roll, mas o primeiro grande sucesso a ocupar o topo das paradas e abrir de fato as portas do mundo para o Rock foi a musica Rock Around The Clock, lançada por Bill Haley & his Comets (Bill Haley e seus Cometas) em 1955. Nesse instante, pela primeira vez na historia o Rock and Roll tomava conta das rádios, programas de TV e paradas musicais.

O Rock que ali surgia logo foi relacionado à rebeldia, aos anseios de uma juventude que queria mudanças, cansada de todos os valores que predominavam naquela época e que encontrou no Rock aquilo que não viam nos Heróis do passado, ídolos que representavam toda a rebeldia sem causa de uma geração que queria dançar, se divertir, curtir a vida e quebrar aquele padrão comportamental que era imposto pela sociedade, o que rapidamente o levou a ser visto com maus olhos pelas gerações anteriores, o que só o tornou ainda mais atrativo para a geração que ali surgia.

Dentre os principais artistas dessa época podemos destacar Chuck Berry, com seu maior sucesso Johnny B. Goode, uma musica quase autobiográfica,  Bill Halley, responsável pelo primeiro grande hit da historia do rock, Little Richard, autor de Tutti-Frutti, outro grande sucesso que continha um dos trechos mais famosos da historia do rock “A-wop-bop-a-loo-lop-a-lop-bam-boom!”, Jerry Lee Lewies, com seu maior hit “Great Balls of Fire” e o artista de maior sucesso da época, que impressionou a todos por sua voz que igualava a dos cantores negros, mesmo ele sendo branco, o que alavancou de maneira impressionante seu sucesso, por ser muito melhor aceito pela sociedade racista da época, Elvis Presley.

Se eu fosse falar sobre todos os Hits lançados pelo Elvis, esse texto se tornaria basicamente uma biografia dele, então vamos falar apenas sobre o impacto que ele causou. Elvis tão logo quanto atingiu o sucesso se tornou o maior símbolo de toda aquela geração, seu topete, todo seu jeito de se vestir, sua rebeldia, seu rebolado que deixava as fãs completamente loucas por ele, as aparições na TV, sucesso nas rádios, filmes protagonizados por ele e etc o tornaram símbolo Maximo de uma geração, todos queriam ser Elvis, é um sucesso que poucos conseguiram ou irão conseguir, mas perto do final da década com sua convocação para o exercito esse sucesso acabou levemente interrompido, pois apesar de todo o material gravado que ele deixara antes de ir pro exercito, isso causou uma grande mudança em seu estilo.

Enquanto Elvis estava nas forças armadas, os demais rockeiros da época deram conta do recado, mas com o tempo e toda aquela exposição à mídia, o estilo começou a ficar desgastado, os ídolos da juventude estavam começando a deixar de serem tão jovens, Elvis, quando voltou das forças armadas, já não era o mesmo jovem rebelde de antes, havia se tornado um Entertainer, com musicas mais românticas e performáticas do que rebeldes, o rock estava em declínio, mas as sementes já haviam sido plantadas e viriam a brotar em outra região, uma invasão britânica estava por vir, Cliff Richard já havia conseguido um grande sucesso ali no fim da década de 50, mas a grande explosão aconteceria nos anos 60, mas isso meus caros, é historia pro próximo texto.

Aqui vão algumas das principais musicas da época que vocês NÃO PODEM DEIXAR DE VER:

Nenhum comentário:

Postar um comentário