18 de julho de 2011

Semana do Rock #5 Anos 80: I Wanna Rock



Na nossa saga pela historia do Rock chegamos agora aos anos 80. Diferente das décadas anteriores, que terminaram com seus principais artistas em decadência, mortos, separados ou sem o destaque de antes, os anos 70 terminaram com seus artistas ainda no topo, lançando novos discos, fazendo shows e exercendo grande influencia no mundo da musica, e o que veio na década que se seguiu foi exatamente como uma continuação daquilo que havia ganhado destaque nos anos 70.

Alem dos artistas setentistas que ainda se mantinham em destaque, como os Ramones, Queen, Rush e AC/DC, novos estilos surgiram daqueles que haviam se destacado nos anos 70. Do Hard-Rock e Metal surgira o Glam-Metal, do Metal, bandas que se formaram no fim da década de 70 e no começo da década de 80 começaram a ganhar destaque e novos subgêneros iam surgindo, do Punk, veio o Hardcore, ainda nos anos 70, e nos anos 80 vieram o Post-Punk e o Hardcore Melódico.

Para não ficar muito confuso essa parada, como diria Jack, o estripador, vamos por partes. Começando pelo Metal, uma nova onda de bandas surgidas do fim dos anos 70 para o começo dos anos 80 começaram a ganhar destaque, elas adicionaram ainda mais peso e velocidade ao Metal e iniciou-se o que foi chamado de New Wave Of British Heavy Metal (Nova onda do Heavy Metal Britanico). Entre essas bandas estavam Iron Maiden e Def Leppard, ambas surgidas no fim da década de 70, mas com seu primeiro disco lançado em 1980. Alem dessas bandas, influenciadas por características da NWOBHM, do Speed Metal e também do Hardcore, surgia nos EUA o Trash Metal, com um som ainda mais agressivo do que o que havia sido visto anteriormente, com suas principais bandas sendo Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax.

O Post-Punk como o nome já sugere foi uma conseqüência do Punk. Apesar de ter surgido no fim dos anos 70 paralelamente ao auge do Punk, atingiu seu auge nos anos 80, por isso deixei para falar deles aqui neste post, o Post-Punk era marcado por letras mais obscuras, pessimistas e amargas, combinadas com aquela energia presente no punk, era um ritmo menos acelerado e agressivo do que o Punk, que contava com forte presença do baixo, que assumia papel de destaque na sonoridade das bandas, alem da presença de sons eletrônicos e teclados. Entre as principais bandas desse estilo, podemos destacar The Cure, Joy Division, The Smiths, Depeche Mode e New Order.

Do Hardcore surgiu o Hardcore Melódico, uma versão com arranjos mais bem trabalhos e sonoridade levemente mais pop que seu antecessor, tendo atraído grande atenção  dos jovens da época e da mídia por falar bastante sobre temas do cotidiano, amor, esportes e etc sem deixar de lado a batida Hardcore, o que mais tarde seria ainda mais suavizado dando origem a outro estilo que citarei no próximo texto, entre as principais bandas desse estilo se encontram Bad Religion, Pennywise, Rise Against e NOFX.

Do Hard Rock, veio o Glam Metal, com um vestuário, acessórios, maquiagem e penteados completamente exagerados e extravagantes (como o Glam Rock), uma sonoridade próxima à do Hard Rock, mas com alguns elementos incorporados do Punk e riffs mais pops e letras que falavam sobre sexo, dinheiro, fama e etc, acabou se tornando um grande sucesso comercial. Suas principais bandas foram Motley Crue, Skid Row, Poison, Twisted Sister, Bom Jovi e Guns N Roses.

Ainda com grande influencia do Punk, surgiram varias bandas consideradas como Rock Alternativo, que era uma combinação de diversos subgêneros tocados por bandas independentes da época. No geral eram bandas sem muito apelo comercial, com influencias em diversos estilos, no Folk, no Punk e etc. Entre as principais bandas dessa cena, podemos destacar o R.E.M, Janes Adiction, Husker Du, Pixies e Sonic Youth. E foi também desse estilo que vieram os principais sucessos da década de 90, quando algumas destas bandas Undergrounds acabam se tornando Mainstream, mas isso é assunto para o próximo texto.

Musicas importantes para a época:

Nenhum comentário:

Postar um comentário