4 de setembro de 2012

"Se eu soubesse antes o que sei agora...

... erraria tudo exatamente igual"

To sumido a tempos, eu sei. Mas não quero levar nenhum de meus dois blogs como obrigação, só posto quando tenho coisas a dizer, porque,bem, é esse o objetivo deles né? xD

Enfim, estava escutando Engenheiros do Hawaii agora mais cedo, curto pra caramba, mas pela primeira vez resolvi parar pra refletir sobre a letra da música de onde retirei o título da postagem, "Surfando karmas e DNA". E bem, é essa reflexão que resolvi postar pra vocês ¯\_(ツ)_/¯.

Sou meio bipolar, vocês que acompanham esse blog já devem ter reparado como as vezes me abato por qualquer coisinha e venho chorar minhas magoas aqui e mimimi. Sou muito emocional mesmo, ME JULGUEM u.u. Mas enfim, todos nós sempre temos os momentos que marcaram nossas vidas. Uns são bons, outros são ruins, mas no fim todos são essenciais pra se construir a estrada que percorremos até onde estamos. 

Não são raras as vezes que paro pra pensar como seria bom se não tivesse acontecido isso ou aquilo, se eu não tivesse feito tal coisa, se algo nunca tivesse acontecido e blablabla whyskas sache... Bem, quem nunca parou pra pensar esse tipo de coisa? "Minha vida teria sido muito melhor se eu tivesse dinheiro", "ah se aquilo não não tivesse acontecido", "ah se eu não tivesse desistido daquilo", "ah se eu fosse famoso" e etc... Nunca conheci uma pessoa que tivesse tido uma vida perfeita, da qual não se arrependa de nada, sem nada no passado que a assombre. 

Mas em meio a tantos "e se?", as vezes não paramos pra pensar no lado positivo de tudo isso pelo qual passamos e nos pontos positivos que isso tudo nos trouxe. Ninguém gosta de tomar um pé na bunda, perder um dente, fazer merda, pagar micos absurdos ou coisa do tipo, mas nada que nos acontece é completamente inútil. Até mesmo quando somos impedidos de fazer o que queremos porque falta dinheiro ou ets resolveram nos abduzir, só passando por aquele momento, conhecendo aquela sensação, por pior que ela seja, aprendemos a respeita-la, em muitos casos temê-la então aprendermos a evitar que ela se repita.

Como poderia quem nunca sofreu na vida compreender a dor que circula ao seu redor? Alias, quem nunca sofreu na vida? Certamente não sou a pessoa que mais sofre no mundo, nem eu nem você, mas as dores particulares que cada um carregamos, em nosso mundinho finito e limitado sempre parece tão maior do que podemos suportar, não é verdade? Mas não é. Mesmo a dor serve pra nos levar adiante. Mesmo o pior dos sofrimentos é capaz de deixar algo positivo pra trás. O problema é que as vezes levamos as coisas tão a sério que não somos capazes de notar as menores coisas, que as vezes são as melhores. Quando eu olho pra trás, muitas vezes não sei se rio ou se choro com aquilo. Antigamente eu chorava, hoje eu rio, quem sabe amanhã como será? Eu certamente não sei, até porque se já soubesse o futuro perderia boa parte de sua graça que reside no mistério que habita em cada escolha que fazemos.

Não sei se este texto faz sentido. Bebi tanto café aqui no meu estágio de onde escrevo ele que eu nem sei se estou conseguindo raciocinar direito. Pra mim ele parece fazer fazer sentido. Mas enfim, como vivi até agora, sigo vivendo, olhando pra frente e buscando sempre construir o melhor pro meu futuro. Hoje estou muito bem, muito melhor do que eu se quer poderia imaginar há tempos atrás. Acho que a graça da vida está nessas surpresas que o futuro nos reserva. Então deixemos o futuro um mistério, e que venha cada dia, um atrás do outro,  que hoje eu os levo com toda a tranquilidade, calma e paciência que em outros tempos me faltava. Como diz esse trecho da música que escolhi pra dar nome à postagem, "se eu soubesse antes o que sei agora, erraria tudo exatamente igual", afinal de contas, se cheguei onde estou, se sou quem eu sou hoje, devo isso a tudo pelo qual já passei, a todas as pessoas que já conheci, a toda dor que já senti, e a tudo aquilo que aprendi nesses meus 19 anos de vida.

Que venham novos dias, bons como aqueles que tenho hoje em dia, sempre na companhia de todos aqueles que valem isso tudo valer a pena, meus amigos, minha família, todas as pessoas especiais que encontrei em minha vida e que fazem parte desse caminho que percorro neste mundo. Que venha o que há de vir, pois hoje em dia finalmente me sinto pronto pra encarar o que me reserva o futuro. Por mais que o medo ainda faça parte de minha vida, ele que arrume outras coisas pra fazer, porque me atormentar já não vem funcionando.

Puta parágrafo piegas esse último e.e

Nenhum comentário:

Postar um comentário